Como montar uma planilha de estudos

E aí concurfriend! Já cansou da rotina de estudos sem uma planilha ideal?

Pois eu posso lhe garantir que montar uma planilha ideal fará sua vida e seus estudos mudarem.

E quer saber como eu sei disso. Montei várias planilhas que sempre me mantiveram no rumo certo e ajudaram muito nas minhas aprovações.

Para terem uma ideia do que estou falando, enquanto estudava para o Senado Federal – e foram apenas seis meses até a aprovação – eu fiz quatro diferentes planilhas de estudo. E todas elas só me ajudaram mais e mais a manter a rotina de estudos e melhorar meus resultados.

Então que tal aprender mais sobre isso? Continua com a gente que você vai se surpreender e aprender tudo sobre a importância de construir essas planilhas de estudo.

Organizar é o princípio de uma planilha.

A importância das planilhas de estudo

Na hora de estudar é importante ter uma planilha de estudos. E eu tenho certeza que você sabe muito bem como ter essa planilha bem estruturada pode lhe garantir a aprovação.

E se não sabe ainda, pode então ficar com a gente que você vai descobrir.

O objetivo de uma boa planilha de estudos é garantir que você consiga evoluir nos estudos e realmente cobrir uma boa parcela das matérias necessárias.

Para isso você vai precisar montar uma planilha e estruturar seus estudos de acordo com ela. Assim você vai se manter sempre no rumo correto, respeitando o foco do seu concurso, fortalecendo seus pontos positivos e melhorando seus pontos fracos.

E dessa forma vai garantir um melhor resultado na prova. 

Na hora de montar sua planilha de estudo também é básico que você tenha clareza de quanto tempo dispõe para se dedicar aos estudos e ainda fazer uma boa distribuição desse tempo de estudo.

Só com consciência desses pontos é possível montar sua planilha. E é claro que para ajudar você nisso vamos agora ensinar passo a passo para você montar suas planilhas de estudo. Para isso, neste artigo iremos mostrar: 

  • Como escolher se sua planilha será em papel ou digital;
  • Quantas matérias estudar por dia? 
  • Como distribuir o tempo de leitura, resumo e exercícios; 
  • De que forma escolher o fluxo das matérias para incluir na planilha 
  • Com que frequência atualizar sua planilha

Como escolher se sua planilha de estudos será em papel ou digital 

Esse é um ponto crucial. Na hora de montar os dois talvez sejam usados.

É muito importante deixar claro que quando falo aqui de digital o foco em aplicativos e sistemas de gerenciamento de compromissos e calendários e não em tabelas de excel e word que para serem usadas serão impressas em papel. 

Assim, a escolha deve ser em modelo mental. Você é um tipo de pessoa que não desgruda do celular? É daquelas que consegue substituir a agenda ou a boa memória pelo aparelho e que segue o que está ali? Ou é alguém que se sai melhor com o papel colado na geladeira ou no painel de cortiça? É essa a resposta que você precisa ter para essa decisão. 

Ao se definir como alguém que funciona melhor com o papel à sua frente ou uma planilha por completo na tela, escolhe o que chamamos de modelo papel.

Já, se prefere que o celular, tablet ou computador lhe diga qual é a matéria que será estudada naquele momento e por quanto tempo, então escolhe o modelo digital.

No primeiro, fica guiado por um quadro que diz que matéria em que hora. No segundo por um aplicativo que lhe passa o que será estudado. 

Saber qual o ideal é naturalmente saber como você é e controla melhor seus compromissos.

E logo você verá aqui uma avaliação completa dos melhores aplicativos disponíveis. Mas até lá, deixo algumas sugestões como Google Calender, Wunderlist e To Do Ist. 

Quantas matérias colocar na planilha de estudos cada dia 

Essa é outra questão importante quando falamos de estudar para concursos. Na essência, definir quantas matérias pressupõe uma infinidade de coisas antes. E já falamos sobre algumas delas antes aqui.

Já falamos da importância de cada um conhecer seus pontos forte e seus pontos fracos. Por exemplo, quais matérias sabe mais e quais sabe menos. Tem facilidade para estudar matemática, português, direito ou qual disciplina. E qual é o seu concurso foco, qual seu concurso ideal, já encontrou? 

Também é necessário que nessa construção da planilha ideal de estudos você faça uma prova anterior do concurso escolhido.

E isso ajudará que você conheça o que sabe e o que não sabe de cada matéria que costuma cair na sua prova.

Tudo isso possibilita construir a sua planilha de estudos plenamente de acordo com o concurso que você fará. E tudo isso respeitando as características próprias que você tem e os seus conhecimentos prévios.

Depois de definidas as matérias será a hora de distribuí-las ao longo do seu tempo de estudos. Dica fundamental, nesse caso, é que você nunca estude uma única matéria por dia.

Estude pelo menos duas matérias e no máximo oito por dia. Isso lhe permitirá manter o foco e a atenção concentrada. E ao mesmo tempo isso ajudará a evitar dispersões.

Como distribuir o tempo de estudo em leitura, resumos e exercícios

Quando montar sua planilha de estudos lembre-se de abrir espaço para leitura, resumos e anotações e ainda exercícios.

Nesse sentido é importante que distribua bem cada uma dessas atividades em seu tempo previsto. Para isso é necessário conhecer o tempo disponível para cada matéria.

Segundo estudos sobre concentração, o cérebro consegue se manter atento e focado por no máximo 90 minutos. Após esse período o normal é que as pessoas comecem a se dispersar.

Isso ocorre pela dificuldade do cérebro em manter-se plenamente atento. Ao mesmo tempo o foco total só se inicia após no mínimo 15 minutos. Por isso, o ideal é que estude nessa margem, com um tempo ideal de 50 a 55 minutos.

Pensando então em distribuição ideal, especialistas em aprendizado costumam destacar que aprendemos mais ensinando e fazendo.

Assim, o ideal é dedicar nos seus estudos tempo a fazer exercícios e ensinar um pouco. Para isso, supondo 50 minutos teríamos 12 minutos de leitura, 8 minutos para resumir e anotar o que leu, 5 minutos para ensinar e apresentar o que aprendeu e 25 minutos para fazer exercícios.

Então, em resumo, teríamos 50% do tempo para exercícios, 25% para leitura, 15% para escrita e 10% para traduzir e ensinar o que aprendeu.

Como escolher o fluxo certo das matérias

Aqui você terá um outro importante desafio. Como já falamos da dificuldade em manter a concentração, para melhorar nesse quesito você deverá variar as matérias estudadas. O ideal é estudar matérias em cada bloco de tempo. Ou seja, mudar de matéria a cada 50 minutos, mantendo nosso exemplo.

Nesse sentindo, é interessante que as matérias sejam complementares entre si, ao mesmo tempo em que tenham níveis diversos de complexidade.

Para isso o ideal será estudar uma matéria que você sabe menos e cai mais, seguida de uma outra que você sabe mais e cai menos. Depois pode voltar às que sabe menos para finalizar voltando para as que caem mais, mas que você também saiba mais.

Isso lhe ajudará a manter o ritmo, o foco, a atenção, e, principalmente, a manter a disposição para continuar estudando.

Com que frequência atualizar sua planilha

E a medida que você for estudando, pegando o ritmo e melhorando nos exercícios, começará a perceber que as disciplinas que sabe mais mudam também. Por isso é importante fazer provas e exercícios para melhorar o ritmo de estudos.

E claro que ao mesmo tempo em que vai melhorando vai precisar atualizar sua planilha. Por isso, o ideal é revê-la a cada um ou dois meses no máximo ara conseguir ajustar as disciplinas e conseguir evoluir e manter uma constância na melhora do ritmo de estudos.

Concluindo

Bem, aqui nesse artigo mostramos como você deve preparar sua planilha de estudos e tudo o que é necessário para isso. Agora cabe a você colocar isso em prática e montar sua próxima planilha mágica que vai levar seu nome direto para o Diário Oficial.

Mas, se por acaso pintar alguma dúvida, qualquer uma, sobre como montar essa planilha, pode deixar seu comentário aqui que eu vou responder e tirar suas dúvidas. E pode comentar com sugestões para outros temas e ideias do que você precisa saber para acelerar sua aprovação.

E concluindo de vez, se você curtiu esse artigo pode aproveitar e conhecer nosso e-book totalmente gratuito que vai lhe dar aquela Força para Estudar.

One thought to “Como montar uma planilha de estudos”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *