Distribuição do tempo de estudos, como estruturar?

A gestão do tempo, em especial a distribuição do tempo de estudos, é algo importante para qualquer pessoa que começa a se dedicar aos concursos públicos. Na verdade a gestão do tempo, a produtividade e distribuição do tempo disponível é essencial para qualquer atuação profissional.

Na hora de estudar ou fazer provas, saber controlar o tempo e o relógio aproveitando-os da melhor forma, é ainda mais essencial. Estudando para concursos você deve focar nessa gestão do tempo desde o momento em que começar a montar sua planilha de estudo, distribuindo o tempo disponível da melhor maneira possível.

Para separar, na distribuição do tempo de estudos, quanto deste você deve dedicar a cada disciplina e como você deve montar sua planilha de estudos, decidimos fazer esse artigo com dicas para isso. Siga conosco e aprenda:

  • Como descobrir o que estudar mais?
  • Quantas horas por semana você deve se dedicar ao seu concurso ideal?
  • Como definir quantas horas disponíveis você tem por semana para se dedicar?
  • Como distribuir seu tempo disponível para os estudos de acordo com o que deve estudar mais?
  • A importância da boa distribuição do tempo de estudos para melhorar o foco e a atenção.
k3877109-978x1024
Como distribuir o tempo de estudos

Como descobrir o que estudar?

Para entender melhor como começar a distribuição do tempo de estudos, você deve se lembrar de quais são seus pontos fortes e fracos, os conhecimentos e informações adquiridos. Ou seja, você precisa ter clareza daquilo que sabe e do que não sabe. Precisa entender e conhecer as regras do cargo que disputa e precisa focar no que realmente importa.

Para descobrir quais são as matérias nas quais focar mais você precisará fazer provas anteriores. Fazer as provas lhe permitirá conhecer quais matérias sabe mais e quais sabe menos. O ideal é tirar dois dias e fazer pelo menos duas provas, sem pesquisas e com tempo máximo de quatro horas para respondê-las. Faça as provas colocando nas respostas o porquê delas.

Em seguida corrija com o gabarito oficial, buscando conferir se o que marcou como razão das respostas é mesmo o motivo dos seus acertos, ou se chutou. O que tiver acertado no chute, então você não sabe. E o que errou nem preciso explicar que também entra nesse rol.

Depois disso, foque no edital (atual ou anterior) e faça um gráfico de quatro quadrantes que deverá considerar as seguintes informações básicas:

  • Quantidade de questões de cada disciplina nas provas feitas;
  • Nota máxima e nota mínima necessária em cada disciplina/prova;
  • Peso de cada matéria que será cobrada;
  • Quantas questões – ou seja seu conhecimento em cada matéria.

E como saber quantas horas você deve estudar

Na hora da distribuição do tempo de estudos é comum pensarmos que quem quer ser servidor público não quer nada com a vida dura. Esse é um dos grandes mitos da área, que já destruímos aqui. Você ainda acredita que quem faz concurso não quer saber da vida dura?

Então vamos aos fatos. A grande maioria das pessoas, mais de 60% prestam concursos para uma jornada de 40 horas semanais. Isso é quase 10 horas a mais que a jornada máxima da Suécia por exemplo e também é maior que a média de 38 horas nos EUA. Para completar, os candidatos muitas vezes enfrentam uma dupla jornada com o trabalho e ainda as horas dedicadas ao estudo somando mais de 52 horas por semana. Então podemos agora falar de como definir essas horas a mais de estudo?

O primeiro caminho para definir a quantidade de horas a estudar é fácil. Estude semanalmente o que irá trabalhar no futuro. Se fará um concurso para 30 horas, é isso que deve estudar. Se serão 40 horas semanais, então estude isso por semana. Mas e se eu trabalhar por 40 horas? Vou lhe contar um segredo…

170123-F-EJ242-1003-1024x683

Na hora de estudar vale escutar aulas no transporte público, ler no metrô e fazer revisões no banho. Que tal dar aula a si mesmo enquanto está secando o cabelo? Ou ainda explicar alguma matéria para a manicure? Tudo isso é tempo de estudo. Aproveite melhor seu tempo e seus espaços. Coloque post-its pela casa com frases do que está estudando.

A distribuição do tempo de estudos de acordo com o que deve estudar mais.

E com esses quatro fatores bem claros e delineados, você deverá separar as matérias a estudar em quatro blocos com pesos distintos. Assim, o primeiro bloco será das matérias que você sabe menos e que têm maior importância na sua prova – mais questões ou maior peso. A esse bloco você deverá dedicar quatro faixas de tempo de estudo.

Já o segundo bloco de estudos deverá ter a dedicação de três faixas de tempo de estudo e nele estarão as disciplinas que você sabe mais e que têm maior importância na sua prova. Nesse bloco dedicará então três faixas de tempo de estudo.

Por fim o terceiro bloco terá duas faixas de tempo dedicados às disciplinas que têm menor importância na prova e que você sabe menos. E para concluir sua distribuição do tempo, você dedicará uma faixa de tempo para cada uma das disciplinas que têm menor importância e você sabe mais.

Após definir os blocos de estudo você deverá então distribuir o seu tempo disponível dentro de cada grupamento. Todo o seu tempo disponível deverá ser dividido pelo número das faixas de tempo necessárias. O ideal é que cada faixa tenha no mínimo 15 minutos e no máximo 2 (duas) horas. Assim o máximo de tempo a que você se dedicará a uma matéria por semana é 8 (oito) horas e o mínimo será 15 minutos.

A importância de distribuir bem o tempo para melhorar o foco

Mas aí você me pergunta: e porque esses blocos com margens tão rígidas? É simples, os estudos indicam que o tempo em que ficamos plenamente atentos a um único objeto é de no máximo 90 minutos. Após esse período o nosso cérebro procura por distrações e busca descansar daquele foco específico. Esse é o motivo pelo qual as escolas distribuem as aulas ao longo de um dia, para descansar o cérebro dos alunos e permitir que eles consigam a cada aula renovar seu foco de atenção e reduzir a dispersão.

Você aí do outro lado deve pensar: ótimo, entendi o que você diz Mariana! E continua, mas porque os cursinhos para concursos não fazem exatamente isso também? A questão é que professores de cursinho muitas vezes atuam no serviço público, são servidores ou funcionários e possuem dificuldade de agenda. Com isso torna-se bem complicado conseguir que um mesmo professor possa dar aula todos os dias. É mais fácil concentrar matérias e pagar os professores de maneira pontual do que efetivamente contratar professores com carteira assinada e carga horária definida.

Para completar as aulas dependem muito dos prazos dos editais e da agenda dos próprios candidatos.

Isso também é importante. Ao distribuir o seu tempo busque respeitar essas margens com 55 minutos de estudo contínuo e cinco minutos de pausa. Assim você rapidamente perceberá que consegue melhores resultados, amplia sua atenção e melhora sua concentração.

Manter o ritmo de estudos constante também lhe ajudará a melhorar o aproveitamento nos períodos de estudo. E o mais importante lembre-se de calcular verdadeiramente o tempo disponível.

Distribuição do tempo de estudos e como usá-lo melhor

Depois disso concentre-se em dividir o tempo de estudo em dois momentos diferentes, um de leitura com resumo e outro de exercícios. Comece dedicando 50% do tempo a cada bloco e evolua até chegar a 70% de exercícios e 30% de leitura e resumo. Você logo perceberá que essa é normalmente a margem de tempo dedicado também na prova. E que essa será sua realidade para conseguir a aprovação.

Fazendo isso tenha certeza que já estará à frente de 70% dos candidatos, pois a maior parte deles foca pouco naquilo que mais aprova que é fazer exercícios e resolver questões de prova. E sinceramente só essa dica já acelera muito a sua aprovação e você vai querer me dar um prêmio depois por ela, tenho certeza.

Conclusão

Ao aprender como fazer a distribuição do tempo de estudos é importante saber como fazer isso. Para isso deve garantir exercícios como o foco principal. Assim, e só assim, você estará se preparando de verdade para perguntas e questões.

Isso será essencial na hora de entender como as provas são estruturadas. Aprender a estudar resolvendo questões vai lhe ajudar com o que cai na prova. Ao aprender com exercícios você estará aprendendo do jeito mais rápido e fácil!

Compartilhe sem medo da concorrência
follow_subscribe

Um comentário sobre “Distribuição do tempo de estudos, como estruturar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.